segunda-feira, dezembro 31, 2007

Dôiz Mil e Hoito

E POR-QUE HERRAR É UMANO E A PSICASTÉNICA É UMANA, AQUI ESTA-MOS A ÇÊR UMANOS, MAS NÃO CEM DEICHARMOS UMA BOA MANEIRA DO PEÇOAL SE DIVERTIR CUANDO JÁ NÃO PODER FUMAR. FLIZ HANO NOVO. UM 2008 XEIO DE ÇAÚDE!

SUB-LODO BICHINHO KATANO TIGRÃO


segunda-feira, dezembro 17, 2007

Festas Psicasténicas!!

Gente!

Nesta época natalícia, o espírito levou-me a desejar-vos estas festas psicasténicas não oficiais:



Feliz Natal.


Bichinho

segunda-feira, dezembro 10, 2007

O drama do desemprego


O Natal aproxima-se e a Psicasténica não pode ficar alheia às questões sociais numa altura que nos toca tanto no coração como no fígado ou não fosse eu estar rodeado de filhós e caipirinhas. O desemprego é um flagelo que infelizmente atinge cada vez mais portugueses e cada vez menos brasileiras no nosso país. A Psicasténica relata o drama na primeira pessoa. Não, a Psicasténica não está desempregada, mas se vocês são suficientemente imbecis para acreditar que a Psicasténica fala e é gente e pode ter emprego, mereciam todos que vos escavacassem a espinha depois de vos cortarem a dose diária de clorofórmio. A Psicasténica é informação, é deformação, é questão social, é Natal, é homem na Lua, é Manuel Subtil, Salazar e Álvaro Cunhal e eventualmente Valentina Torres. Hoje vai ser Fátima Lopes depois de ter escolhido na zona portuária de Setúbal um desempregado ao acaso, com barba de três dias e sobretudo coçado. O seu nome é José Mário dos Santos Félix Mourinho. Zé Mário é como gosta de ser tratado pelos amigos. É um homem simples e leva uma vida dedicada à faina do futebol. “Isto é de família…sabem como é…padrinho presidente do Vitória de Setúbal, pai antigo guarda-redes e treinador da bola, era difícil de escapar. É uma vida dura, mas é com gosto que se faz”. Com gosto, diz-nos Zé Mário, até que o desemprego lhe bateu à porta. “Cá temos que andar e o que vale é que tenho um pé-de-meia do fundo de desemprego do Abramovich…deve dar para passar o Inverno…”. Lembra com saudade os tempos de moço de recados no Sporting, o negócio caseiro no U. Leiria e os biscates no Benfica e no F.C. Porto. “Era um garoto…ainda não sabia da vida, mas depois…”. Pois foi…depois foi obrigado a emigrar e a tentar as péssimas condições não da Albânia, não do Cazaquistão ou de terras de África, mas de Inglaterra. “Já tinha estado em Espanha, mas isso é já aqui ao lado, não era a mesma coisa”. As pessoas até gostavam de Zé Mário e até lhe chamaram um dia The Special One, coisa que deixa um sorriso em Zé Mário. “Bons tempos”, recorda com um sorriso. Depois foi o costume: desavenças com o patrão e sempre o pobre operariado a pagar. Ainda foi convidado a treinar lá o sindicato (Selecção de Inglaterra), mas as condições oferecidas “não davam para comer, nem para os sobretudos Armani, relógios Rolex e outros bens de primeira necessidade para mim e para a família. Se calhar tenho que me fazer à estrada…sei lá para onde…Itália…” (aqui Zé Mário solta uma lágrima e a Psicasténica não insiste). Agradecemos e desejamos-lhe sorte o que ainda lhe vale um gracejo: “Sorte? Sorte precisam aqueles que se atravessarem à minha frente porque depois de me enfrentarem vão perguntar atordoados qual era a matrícula do camião que os passou a ferro!”.


SUB-LODO

sábado, novembro 24, 2007

Novo Anúncio da Caixa


E porque o mundo não pára, eis que a Caixa Geral de Depósitos se prepara para avançar com um novo anuncio tendo em vista alargar o seu número de clientes e prestígio além-mar. Depois da bem sucedida campanha com "Mister Iscolari", em que a Caixa apostou forte para deitar mão às pequenas fortunas dos brasilionários do futebol, eis que a nova estratégia se dirige às não menos bem sucedidas brasilionárias do meretrício.
À nova estratégia da CGD não será alheio o profundo conhecimento do Administrador Armando Vara, brigantino de nascença e, consequentemente, conhecedor profundo desta realidade das meiguices remuneradas.
Para a difícil tarefa de criar o anúncio, a Caixa resolveu recorrer a um dos maiores criativos deste país: o Sr. Anselmo.
O anúncio já está delineado e a Psicasténica deixa-vos, em primeira mão, o texto ao qual será dada vida pela voz e sensualidade da magnífica Jucineide Juraci da Silva, também conhecida pelo Cristiano Ronaldo do Concubinato (além de ser, obviamente, conhecida pelo Cristiano Ronaldo). Sem mais demoras, o anúncio:


Quando cheguei a Portugau, tive que me adapitar a vários pint*s, mas também uma nova língua.
Tive que aprender que b*quete é br*chi...
Pint* é cárálh*...
B*ceta é c*na...
G*zar é v*r...
E banco? Ué... banco é Cáxa!


Aguardamos expectantes o resultado do anúncio...

domingo, novembro 11, 2007

Gente Estranha


Depois de um período de reflexão, decidi voltar ao convívio Psicasténico para dizer que indivíduos há que me proporcionam o seguinte pensamento: sou uma pessoa normal (pelo menos as vozes que ouço constantemente dizem que sim). Em devaneio wikipédico (passe a publicidade a um site concorrente com a Psicasténica em termos de maior número de visitas), dei de caras com os JUMAS e, estimados (e menos estimados) visitantes, raça estranha aquela. Os JUMAS são tocadores de tubas e JUMAS são as iniciais de Just Us Marching Another Show. Até aqui, tudo mais ou menos normal, apesar de ridículo. Resumindo, um clube de tocadores de tubas formado em 1978. Junto da informação que obtive no seu sítio na internet, não pude deixar de me deliciar (leia-se constranger) ao informar-me sobre as tradições dos encontros JUMAS. Antes de me referir às ditas, quero realçar que estamos a falar de senhores com idade para ter muito juízo. Por exemplo, eles possuem o “JUMAS roll call”: nos ensaios quando alguém grita “JUMAS ROLL CAAAAAAAAAAAAAAAALL”, todos têm que levantar a mão e dizer “HERE!”; acrescentam eles no site: “it's things like that which made JUMAS so funny”. Claro…nem outra coisa seria de esperar. Não vou entrar em mais pormenores, mas assusta-me (e tinha que partilhar as minhas angústias) saber que há pessoas assim: aposto que fazem colecção de guardanapos de restaurante, que se riem a bandeiras despregadas com o Sozinho em Casa e que, são os empregados de mesa que dizem após a solicitação “queria um café”: “QUERIA? JÁ NÃO QUER? HAHAHAHAHAHAHA!


SUB-LODO

quinta-feira, outubro 25, 2007

Considerações do Katano: Halloween


«Vais vestido de quê no halloween?» - Esta é a questão com que somos confrontados desde meados de Outubro. Numa sondagem realizada pela inquirição de 2 pessoas na zona ribeirinha do Porto, os portugueses revelaram que, hoje, mais do que vampiros e múmias, querem fatos verdadeiramente assustadores. Nada de piratas e cowboys. Esqueça a vassoura e a varinha! Se quer mesmo ver velhinhas a rezar pela vida e marmanjos adultos a arrependerem-se de não usarem fraldas, então siga as sugestões da Psica.

Este Halloween vou de......

.....gajo da ASAE! Tenha medo! O arauto do «lava-as-mãos»... Talhantes e donos de bancas de chouriças tendem a desmaiar ao ver um destes moços. É um disfarce sempre popular em feiras. Seja a alma das festas (mas tape a cara e fuja antes que o transformem numa pelo susto que pregou...)

....enfermeira vesga com sindrome de tourete! Foi dar sangue? Ohhhhhhhhh.... tão querido! E nada melhor que uma boa e competente enfermeira vesga para lhe acertar na veia à primeira! Como bónus leva uma dose enciclopédica de carvalhadas e asneirolas. Pode ainda ter a sorte de ela ter um espasmo violento enquanto lhe tira a agulha e deixar-lhe o braço mais picotado que um campo de golfe. Sangrar nunca foi tão divertido!!!

.....cabo de muito alta tensão! Prepare-se para «chocar» os seus vizinhos com o novíssimo fato de cabo de muito alta tensão. Toda a gente gosta de cabos de alta tensão! As velhinhas tremem de emoção perante eles! As crianças, convictas de que «isolamento» é o nome de uma aldeia chilena, tentam trepar por eles acima com as mãos molhadas.

.....zombie Saddam! O mundo julgava que ele estava morto..... e estava! Mas zombie Saddam voltou do além (e mais um bocadinho) para sodomizar os seus inimigos com um barrote de madeira e um punhadinho daquelas ervas estranhas que se atiram e ficam coladas à roupa e depois é chato e dá trabalho para tirar e temos de tirar a camisola para poder tirar todas e mesmo assim sobram sempre algumas e temos de ir até casa a ouvir os outros meninos a gozarem. Um pesadelo de qualquer porco capitalista.

....bolinho de bacalhau de estação de serviço! Primeiro, um suave aroma a óleo rançoso invade as nossas narinas. Sentimo-nos tentados... parece tão crocante, tão estaladiço... uma dentada comprova que as aparências iludem. Esta mais mole que plasticina ao sol. E sabe duas vezes pior (se ao ler isto considerou a hipótese de comer plasticina para descobrir o sabor então parabéns, você é um tanso!). Próximo passo? Casa de banho e dois rolos de papel higiénico.....

....preservativo furado! Todos nós já ouvimos histórias sobre eles. Serão verdade? As lendas rezam que os ciganos do Fundão furavam as caixas de preservas com agulhas... uuuuuuuuuuuuuu... assustador não é? Vá lá, admita! Seja sincero: algo o assustava mais do que descobrir isto................ tarde demais?

E você? Vai de quê?....

segunda-feira, outubro 15, 2007

MAS AFINAL QUEM É ESSE TIPO?

Caríssimos,

Aqui me junto a vós uma vez mais para falar de coisas importantes e sérias. E graves também...
Como já devem ter reparado a personagem do momento, aquele de quem realmente se fala fala é o MEIO AMBIENTE. É moda falar nele. Por tudo e por nada, qualquer coisa e lá está o meio ambiente. Mas já se interrogaram sobre a sua identidade? É que isso sim é importante, mas fala-se sem saber do quê, só porque sim e para se mostrar que é fixe...
Pois bem, preocupada com a identidade do fulano iniciei uma pesquisae eis aqui a minha humilde conclusão... esse tipo de quem se fala por tudo e por nada só porque está na moda é um Psicasténico com dupla personalidade.... é como se eu fosse o bichinho animalzinha... estão a perceber?
Reparem bem no nome MEIO AMBIENTE... Ora o Meio é a envolvência, o ambiente... o Ambiente é também o próprio ambiente!!! Isto não vos parece um bocado amalucado... é como chamar ana ana à própria filha...
Concordo com os que dizem que ele está doente e que nos devemos preocupar... uma dessas facetas de certeza que tem instintos assassinos!
Aproveito também já que cá estou para partilhar uma outra preocupação que mora na minha cabeça há já uns tempos e que tem também a ver com esta história de identidades... os sumos de laranja, maracujá, ananás, melão e até mesmo o tutti frutti, não preocupam niguém, porque toda a gente sabe que vêm de boas familías ... da laranja, do maracujá, do ananás, do melão e do tutti frutti, conforme os nomes indicam... agora anda por aí um, que pelo nome ou é estrangeiro ou é drogado que se chama UM BONGO... alguém sabes de onde é que ele vem? Alguém sabe o que é UM BONGO? Eu acho que isto deve ser investigado... não se venha a descobrir que é também um serial killer em potência!!!

Bichinho

Considerações do katano: vamos todos poluir!!


Parece há malta que pretende levar a cabo um protesto global pela preservação do ambiente. Desiludam-se os saudosos dos tempos em que isso significava o povo nas ruas e pilhagens. Não... Hoje em dia a malta «in» protesta pelos blogs. Portanto, hoje, tudo quanto é blog terá um post sobre o ambiente. Como já terá adivinhado, a Psica não alinha em correntes «main stream». Assim, vamos ser o único blog a atacar o ambiente! Ele estava claramente a pedi-las!! Quer ler sobre como plantar um eucalipto ou como aparar uma bonsai? Então siga o seu caminho e mude de blog. Cinco pequenos conselhos para lixar a mãe natureza: Deixe de ouvir U2. Se ninguém lhes ligar nenhuma, o Bono cala-se e deixa de fazer introduções demoradas nos concertos. Já para não dizer que o preço deles começa a baixar com a pouca procura e eles ainda podem vir tocar à queima das fitas de Coimbra. Atire beatas ao chão. Além de ser um consolo para os mendigos viciados em nicotina, um chão cravejado de beatas tem mais aderência e assim não escorrega quando estiver a perseguir a sua mulher pela rua com um cinto por ela ter dito «Oh, esquece o Benfica e passa o domingo comigo num jardim!». Tome banhos longos. Eventualmente o seu perfume acaba e nada corta o clima como aquela incrivel fragância a sujo......... Não arrisque! Use bastantes sprays! Epá, século XXI... hoje já ninguém o chateia se usar laca. Ok, se calhar até chateiam.... mas porra, algo recomendado pela Penelope Cruz não pode ser mau de todo!!!! Acumule lixo. Não ouviu?!? O nível do mar vai subir nos proximos anos!!! É cada homem por si. Comece já a construir a sua canoa de lixo. Se for americano comece já a montar a sua frota!

BAD - Contribuição do Tigrão

Julgo que é louvável a iniciativa mundial à qual a Psicasténica hoje se junta. Louvável e sobretudo útil pois não restam quaisquer dúvidas que, por exemplo, o Bloggers Action Day travará definitivamente o aquecimento global. Toda a gente reconhece a importância da escrita em blogs para o combate à emissão de gases de estufa, esgotamento dos combustíveis fósseis, tratamento de resíduos e poluição em geral.

E por falar em ambiente, julgo ser pertinente falar do ambiente pesado que se vai vivendo em algumas instituições religiosas milenares. Qual não foi o meu espanto, quando ontem de manhã, entre o repelão matinal no escroto e a coçagem das mucosas oculares a fim de proceder à remoção da remela, assisti a algo verdadeiramente assustador: milhares de pessoas em Fátima a acenar lenços brancos à pobre da Santa que teve que ser removida em ombros por valentes soldados da GNR pelo meio de um cordão policial que continha a multidão. Não percebi muito bem o que se estava a passar porque há duas semanas, durante o visionamento de mais uma "Tarde da Júlia" na TVI, o sistema de som da minha Mitsai pereceu valentemente enquanto tentava reproduzir um ganido de 1.453.022 decibéis emitido pelo hercúleo sistema vocal da Júlia Pinheiro. Ora, mas como vos estava a contar, foi um espectáculo assustador, só comparável ao que sucedeu noutro espaço de fé a um outro Santos. Refiro-me, obviamente, ao sucedido na época litúrgica 2006/2007 na Catedral da Luz em que Fernando Santos teve um tratamento em tudo semelhante a Nossa Senhora de Fátima (NSF). Mas, se no caso de Fernando Santos os lenços brancos dos fieis do SLB se justificavam pela aplicação sistemática de um 4-4-2 mefistofélico em losango, variando com um 4-3-3 altamente ateísta, já no caso de Nossa Senhora de Fátima, acabei por não perceber muito bem as causas de tão mau ambiente. Após intensa mas pouco profícua cogitação, concluí que o divorcio entre os adeptos e a Santa se pode apenas ficar a dever a algum dos seguintes motivos:

1 - Aperceberam-se, 2 mil anos depois, da incongruência da relação maternidade/virgindade;
2 - Dificuldades orçamentais têm impedido NSF de levar a cabo uma quantidade de milagres suficiente para satisfazer os pedidos que lhe são dirigidos;
3 - Consideraram escassa a vitória do Fátima sobre o FCP;
4 - Deram-se conta que a Irmã Lúcia tinha 40.000 dioptrias e que na altura em que "viu" NSF ainda não usava óculos;
5 - Notaram que as sucessivas descidas de Nossa Senhora do céu ao cimo da azinheira contribuíram catastroficamente para o aumento do buraco na camada de ozono e para a diminuição da produção de azeite no Ribatejo.

Ora, meus caros amigos, em qualquer dos casos não me parece que se devam pôr em causa 90 anos de serviço dedicado. Seja qual for o motivo, tenham calma! Nossa Senhora não é nenhum Satã nem muito menos um Fernando Santos. Nossa Senhora está para Fátima como Sir Alex Fergusson está para o Manchester United ou José Mota para o Paços de Ferreira!
Tenham fé, as coisas vão-se resolver e o ambiente acaba por melhorar!

domingo, outubro 14, 2007

Sub-Lodo associa-se ao Bloggers Action Day


Hoje, 15 de Outubro, uma iniciativa conhecida como Bloggers Action Day, convida todos os bloggers do mundo a postarem sobre um tema em comum e ficou decidido que seria o meio ambiente. Assim sendo, a Psicasténica não poderia alhear-se da união em torno de um ideal e, por isso, convidei o Sr. Anselmo para falar do ambiente comigo:

SUB-LODO: Que tal o ambiente?
SR. ANSELMO: Moderadamente agradável, não fosse eu estar a fumar nesta sala minúscula e sem janelas…
SUB-LODO: Agora que fala nisso, realmente não está grande coisa, não…é que repare que 6m2 de quarto fechado com dois bancos de madeira, uma mesa minúscula e uma lâmpada de 40W não é lá grande ambiente…
SR. ANSELMO: Cala-te, meu palhaço, senão levas uma arrochada que te viro…o problema é que temos que falar em MEIO AMBIENTE e não no ambiente só por si…

Nisto, o Sr. Anselmo sobe para cima da mesa, apaga o cigarro no pulso e olha fixamente para a lâmpada.

SR. ANSELMO: Agora que estou precisamente no meio da sala, posso falar em meio ambiente com propriedade. Isto é que é meio!
SUB-LODO: Ó Senhor Anselmo, realmente é um génio!
SR. ANSELMO: Cala-te e passa o ácido que eu quero curtir aqui o meio ambiente a olhar fixamente para a lâmpada!

(2 minutos depois)

SR. ANSELMO: Woooooooaaaaah! Estou a voar por cima da atmosfera de Marte! Só tenho que ter cuidado com os ananases azuis que são perigosos…
SUB-LODO: Mas e o ambiente?
SR. ANSELMO: ESPECTÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁCULOOOOOOO!

Foi o meu contributo.

SUB-LODO

segunda-feira, outubro 08, 2007

O que seria de nós sem os japoneses?


Gostava imenso de ir ao Japão. Andar nas ruas de Tokyo deve ser mais alucinante que muitas drogas. Sem ser por isso, também não seria para comer sushi ou para beber sake; seria sim para admirar uma das mais belas características do povo do país do Sol nascente: a capacidade quase única de criar objectos que conseguem reunir qualidades como a estupidez, a imbecilidade, a inestética e a inutilidade absoluta e muitas vezes em simultâneo. Nos meus devaneios cibernéticos, deparei com uma página que contém alguns dos melhores (leia-se ridículos e impensáveis) gadgets da humanidade. Podia ter escolhido os chinelos que matam insectos ou o chapéu para gente constipada, mas foi o objecto da imagem que mais me fascinou: seja o McGyver da agricultura com este canivete suíço com utensílios da lavoura! Agora a sério, fiquei espantado com este objecto. Aparenta ser prático, versátil, leve e de uma utilidade extrema se tivermos em conta que, com toda a certeza, chegados ao século XXI, nunca ninguém se lembrou de levar os instrumentos da terra num tractor ou numa carroça com tracção a bicho. Se quiserem entrar para o negócio das televendas, aqui fica o link para as ideias fantásticas, maravilhosas e extraordinárias (excepto a parte do fantásticas, maravilhosas e extraordinárias) dos Yamamotos, Suzukis e companhia:
www.xoose.net/showthread.php?t=6276&page=2

Sayonara!

SUB-LODO

quarta-feira, setembro 26, 2007

Considerações do Katano: os «cromos» da Panini


Quis o Destino que eu escrevesse sobre a bola. De todos os Psicasténicos eu sou o menos indicado para isso, mas a vida tem desta ironias e caiu-me um «tesoiro» nas mãos............. um albúm de cromos de futebol da Panini com os «cromos» dos jogadores da superliga 2007/2008!!! E nisto dei por mim a ler as seguintes, e reais, descrições dos jogadores. Atenção, e nunca é de mais frisar isto, estas descrições foram transcritas tal como estão no albúm. E essa é a parte engraçada! Confira algumas das melhores....

ACADÉMICA

Pedro Roma: «As suas mãos firmes acalmam toda a bola com desejos menos agradáveis»

Litos: «Duro que nem uma rocha, segue o seu homem por todo o lado e cabeceia bem»

Vitor Vinha: «Cumpridor na hora de tapar a lateral canhota e seduzido por cavalgadas atacantes»

Pavlovic: Mete o pé com determinação e apaga diversos focos de incêndio na intermediária»

Hélder Barbosa: «Corre sem pausas, pede constantemente a bola e está sempre contente»

Lito: «Enguia que se infiltra pelo mais insuspeito buraco para lançar o pânico»

BENFICA

Zoro: «Um quadrado carro de combate que acerta em tudo o que se pareça com uma bola»

Cardozo: «Trata o esférico por tu e é dono de um abastado arsenal»

Di Maria: «Vai para cima dos defesas, elimina-os e coloca a bola onde lhe apetecer»

BOAVISTA

Ricardo Silva: «Sanguessuga preso á pele do avançado que gira pelos locais que lhe cabem imunizar»

Grzelak: «Avesso a rendilhados, deixa atarantado quem o tenta segurar e extasia nas redondezas do golo»

BRAGA

Paulo Santos: «A baliza é a sua rainha e dá a vida por impedir que a violem»

João Tomás: «Tem um pacto secreto com a bola. Esta segreda-lhe amiúde onde vai cair»

E. AMADORA

Yoni: «Tónico, ladino e a imprimir uma toada demolidora. Despedaça coletes de força»

LEIXÕES

Jorge Baptista: «Mãos que abraçam a bola com um carinho e uma firmeza enternecedora»

P. FERREIRA

Chico Silva: «Uma carraça no lado esquerdo»

SPORTING

Stojkovic: «O guardião da selecção sérvia é um agrafador de bolas. Compenetrado e voador»

Romagnoli: «Desfaz os rins aos defesas com estonteantes fintas e serve golos às catadupas»

Viva o futebol português!!!!!

sexta-feira, setembro 21, 2007

Revelações

O tempo passa e um gajo, mesmo que não queira, envelhece. E ao envelhecer, tem tendência a preocupar-se com um espectro de acontecimentos à nossa volta que antes eram de importância inferior, mas que nos atormentam no momento actual. São as designadas COISAS SÉRIAS. Porém, ainda dentro destas, há umas que se nos afiguram mais sérias que outras. Não obstante, lá disse o Principezinho de Saint-Exupéry que o essencial é invisível para os olhos. Logo, nem sempre reparamos no essencial e depois dizemos que andam a acontecer coisas estranhas e que eles andam aí e que ouvi dizer que não sei quê e coiso e tal e que o Nuno Gomes afinal marca golos e o fim do mundo e o Elvis está vivo…porque ninguém dá importância ao que é REALMENTE importante. Toda a gente fala na Maddie McCann, toda a gente está preocupada com as taxas de juro do BCE, com o défice, a inflação e os aumentos salariais da função pública, com o divórcio entre o Abramovich e The Special One, as tensões internacionais entre a Rússia e o Reino Unido, com o armamento nuclear da Coreia do Norte, com o contingente de tropas no Iraque e depois ninguém faz, ninguém pensa, ninguém quer saber da questão essencial que me mói a alma há não sei quanto tempo que é…


...PORQUE É QUE O SAPO É UMA RÃ?!?!?
SUB-LODO

Passatempo Psicasténica




Já conhecido de todos, mas...não resisti. Amanhã ou depois coloco um post novo. Muito importante: CLICAR NA IMAGEM!



SUB-LODO

segunda-feira, setembro 17, 2007

Considerações do Katano: combate ao desemprego


Por muito que custe acreditar, a Psicasténica sofre com os problemas do Mundo. Ui... nós aqui é só sofrimento e compaixão pela Humanidade! Assim, e atentos aos inúmeros obstáculos que o Homem comum enfrenta, a Psicasténica decidiu resolver os grandes dilemas da Humanidade! Um de cada vez!! Hoje vamos combater esse terrivel flagelo que é conhecido como desemprego. Até assusta, não é? Pois pare de tremer agora mesmo porque a Psica, numa atitude de mecenato, decidiu elaborar uma lista de profissões com procura incessante. Despeça-se hoje mesmo do seu trabalho aborrecido e seja um.....

...vigia nas favelas! - Emoção, tiroteio e droga. Não é um filme do Steven Segal, é apenas um cargo tão simples que poderia ser feito por um macaco! Em termos simples: você está sentado o dia todo a fumar «maconha» e quando vir algum «tira» só tem de fazer barulho para alertar os «trafica» nas «bocas-de-fumo». Depois, e isto é importante, convém correr e esconder-se para não apanhar uma bala perdida! Se quer este trabalho mande um email para Droga4us@mail.pt com o seu «curriculum vitae», carta de recomendação e foto do mamilo esquerdo.

...apanhador de fezes de gineta! Não, meu amigo(a), não é gozo... parece que existe um tipo raro de café que é feito com os grãos semi-digeridos das ginetas (genetta) que abundam nos cafezais. E, segundo dizem, é dos melhores cafés que há. Tem algo a ver com o sabor..... chegando a custar 500 euros o kg! Não admira... Só o esforço de apanhar cócó do bicho, separar os grãos, secá-los, moe-los e embala-los.... Se este sempre foi o seu sonho escreva uma carta para o sr. Tó Zé, Rua das caganitas 3790-367. As luvas são opcionais...

...asssitente á toxicodependência! Já viu o que é tentar acertar com a agulha na veia e ter tremores? Ou deixar cair a seringa numa sarjeta e ter o braço demasiado pequeno para lá chegar? Que maçada.... Felizmente agora existe o curso (não sancionado pela O.M.S.) de assistente á toxicodependência! Não reprima mais os seus tremores de abstinência! O assistente droga-o por si! E se tiver mesmo muita sorte pode ser promovido a assistente de traficante. Se quiser este emprego apareça no casal ventoso vestido de preto, pie duas vezes como uma coruja e imite um alce alcoolizado. Um homem chamado Paty virá ter consigo e cuidará do resto.....

Para a próxima semana resolveremos o problema da fome no Mundo e revelamos as espantosas descobertas de cientistas alentejanos que descobriram uma planta de fácil cultivo que sabe a torresmos.

terça-feira, setembro 11, 2007

Coisas Sérias


Movido por tímidas referências errantes à língua portuguesa decidi, pela primeira vez, trazer um momento muito sério à Psicasténica. Bom…não é a primeira vez. É a segunda, pois já o fizera anteriormente em Julho de 2006 com o post “Foi na Loja do Mestre André” como poderão consultar nos nossos ficheiros clínicos. Adiante. Hoje vou manifestar indignação a propósito dos abusos de linguagem. Não é que a malta fale mal, mas de vez em quando lá se esticam e banalizam o significado de alguns vocábulos e expressões. Atentemos no exemplo: é uma situação real que presenciei na 2ª mão das meias-finais da última Liga dos Campeões entre Milan e Manchester United. Estava eu no meu poiso habitual para consumir futebol e diz um habitué nestes negócios da bola a referir-se a Kaká: “este Kaká até nem é mau”. Pois o simpático anónimo referiu-se ao melhor jogador da actualidade como…ATÉ NEM É MAU? Mas que porra? Qualquer dia, diremos que o Lance Armstrong foi um ciclista jeitosinho e que George W. Bush é apenas ligeiramente distraído. Nos antípodas temos aquela gente que hiperboliza algo aparentemente banal. Ora reparemos: a primeira vez que fui acampar exclama um amigo meu num misto de desagrado e repugnância enquanto começava a beber um leite com chocolate que provavelmente se esqueceu de agitar: “leite achocolatado espesso…é a pior coisa que me podem dar!”. Realmente. O que é um banho de álcool num peito onde passou um esfregão de palha-de-aço durante vinte minutos comparado a um pacote de Nesquik por agitar? E este género de apreciações: “os tremoços estão divinais!”. Bem…esta pessoa quando vê nata no leite quente, deve classificá-la de tenebrosa. Quando o caramelo se cola aos dentes, deve ser uma situação apocalíptica… Ou outra situação que presenciei no trabalho em que um verdadeiramente angustiado senhor me dizia com alguma agonia: “sabe quanto tempo o meu processo esteve parado nos serviços? Sabe? DEZ DIAS!!! É desumano!”. Provavelmente só comparável aos campos de concentração nazis. Confesso-me desinspirado, mas tinha que o dizer. Nada contra…afinal…”herrar” é “umano”.


SUB-LODO

terça-feira, setembro 04, 2007

Considerações do Katano: Evolução

Há coisa de alguns anitos, um velhinho barbudo foi fortemente (e compreensivelmente) vaiado por sugerir que haveria uma ligação entre os macacos e a espécie humana. E não, não é o género de ligação inter-espécies que o Garrincha tinha com a sua cabra... A teoria deste senhor dava a entender que teriamos evoluido dos primatas. Em termos simples? A sua tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra avó andava pendurada em galhos! E depois admirou-se por ter sido vaiado.... Parece que haveria um fundo de verdade na história deste senhor, decorrente do facto de se ter provado que as espécies que se adaptam ao meio têm mais chances de sobreviver. Mas o mais engraçado é que parece que esta «evolução» vai continuar por mais tempo que os morangos com açucar! A ser verdade, o homem, como o conhecemos, continuará a evoluir. Podem não saber mas a Psicasténica colabora com a comunidade científica, pelo que decidimos tentar decifrar o aspecto do ser humano daqui a uns milhares (quiça, milhões) de anos. Veja as propostas e descubra hoje mesmo o aspecto do seu tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra tetra neto!

Betinho: Custa a crer, não é? Pois, mas parece que quem vai herdar a Terra é o tetra-(etc.)-neto do panasca marrão que você tanto gozava na escola. Isto deve-se à triste circunstância dos marrões terem melhores cargos e ganharem mais dinheiro, tendo aqui as mulheres um papel determinante na ruína da Humanidade, indo para a cama com os marrões riquíssimos ao invés de procriar com os labregos pobres mas mais aptos. Para além disso, quem vive a vida fora dos livros e computadores tem mais chances de ser atropelado, preso, atacado por cães, atingido por meteoritos, contrair mononucleose infecciosa ou ser confundido com um empresário da noite e abatido por um carro que passe.

Homem-máquina: Gostou do Robocop? Boas noticias para si. Diga adeus ás dores de músculos com ossos de ferro! Cólicas por comer demasiado feijão? Nunca mais, com o seu intestino grosso de borracha! O homem do futuro será mais de plástico que carne. Isto deve-se ao facto de um marrão (sim, eles são culpados de tudo!!!) eventualmente tentar ter relações com o seu computador. O produto desse pseudo-amor será um robot de corda que mais tarde acasalará com uma máquina de café, dando origem a uma linhagem de cibórgues que irão destruir o Mundo!!! O PC violado irá suicidar-se em virtude da agressão.....
Homenzinho-verde: Parece um alien mas não tem nada haver! Devido á falta de exercício crónica, uma dieta exclusivamente vegetariana e ao desaparecimento do hábito de remover as romelas dos olhos todas as manhãs, o homem do futuro será isto.... magro como uma modelo brasileira.... com os olhos pretos (padecendo de miopia)... e com a côr verde das alfaces que come.
Cão-man: Os piores temores do Tigrão confirmam-se!! De tanto ter e gostar de animais as pessoas começam lentamente a tornar-se bichos! Diga adeus á sua sanita e adquira já uma caixa de areia para si e para os seus. Vantagens? A expressão «dia de cão» vai finalmente ter um fundo de verdade...

quarta-feira, agosto 29, 2007

As Pombinhas da Catrina




Todos cantámos e sabemos de cor a aviltante letra. Se não cantámos, devíamos ter cantado, tal como fizeram os nossos pais quando nos ensinaram, os nossos avós quando ensinaram os nossos pais e os nossos bisavós, pulhas pidescos, enquanto arrancavam unhas aos comunas em Peniche e Caxias. Estou a falar não do “Feitiço” do André Sardet (essa consegue ser de classe inferior), mas d’ “As Pombinhas da Catrina”. Sobre que versa esse incomum canto? Quem no mundo será Catrina? Que porra de letra é esta, afinal? Recolhemos alguns testemunhos:

São seres obviamente transgénicos que devem ser eliminados a todo o custo da face do planeta. Cagam molho de chocolate e estão ao serviço do grande capitalismo


Um “Cereal” Killer


Isso fala é de charros…cá para mim é a única coisa que anda de mão em mão

Um João Cabeleira especialmente comunicativo


Então…as pombinhas…e vão dois…ora seis porcento…é…é fazer as contas

Um António Guterres

"Assim de repente não sei, mas só me vem à cabeça o decote da minha amiga ucraniana Katrina sobre o qual escrevi o meu programa de Governo

Um Pedro Santana Lopes


Fuck him!

Um Joe Berardo


Eu recomendo a consulta da Tele-Culinária n.º15 de 1984 onde tenho uma receita de arroz de pombo que é daqui

Um Chefe Silva enquanto agarra o lóbulo auricular com dois dedos


Eu isso não sei, mas recordo-me perfeitamente de dar saltinhos na parte em que se fala no pombal de S. João sempre que canto com o Cláudio Ramos, ou eu não me chamo Manuel Luís Goucha!

Um Anónimo


O queijo Limiano é produzido com o melhor leite seleccionado segundo a mais recente tecnologia e os mais elevados padrões de qualidade

Uma senhora que faz aquela publicidade castiça do queijo


As pombinhas, portanto, que são uns pássaros, que, portanto, são uns mamíferos, enfim, os pássaros mamíferos que pertencem aos protozoários…er...é feio, não é bonito…qual era a pergunta mesmo?”

Um Mário Soares


Eu de política não percebo, mas os maricas era mandá-los todos para as Desertas

Um Senhor Anselmo


Quer tentar também?

SUB-LODO

domingo, agosto 19, 2007

Considerações do Katano: Não há respeito pelas galinhas!


Estava eu entretido a desfolhar o jornal «Sol» á procura dos horóscopos e anúncios Relax quando me deparo com esta grande notícia: «Jovem embriagado mata de pânico 300 galinhas». Chocou-me.... há guerras, fome, doenças e o CDS-PP... mas mesmo assim nada me revolta tanto como violência gratuita sobre tão nobre ave. Aparentemente, o jovem alemão conduzia o seu veiculo, tão bem quanto o seu estado embriagado lhe permitia, e (in)explicavelmente perdeu o controlo do mesmo acabando por se enfaixar contra um aviário com 1000 pitos. O caos!!!! Muitas morreram com o susto... outras com o impacto... 300 almas perderam-se naquele dia devido a um puto que bebeu uma caipirinha a mais.
Come-las, cortar-lhes o pescoço para tirar o sangue e mesmo injectar-lhes quimicos para a carne ganhar sabor ainda vá lá... agora mata-las de susto?!? Isso é crueldade... Porque se é verdade que estamos a falar de um bicho cujo cérebro tem o tamanho de um amendoim (a galinha, não o jovem alemão), também é verdade que merece uma certa consideração por nos deixar fazer cabidela com ele. Haja respeito! Pena de morte para esse catraio alcóolatra e se tal não for possivel ao menos que alguém lhe cuspa no Mac Chicken da proxima vez que ele for ao Mac Donalds.

Questões a debater em comentários:
1-Haverá um céu de galinhas?
2-Milho ou pão esfarelado:qual aguça o seu apetite?
3-Depenar uma galinha contará como strip-tease segundo um padrão galináceo?

domingo, agosto 12, 2007

Psicasténica goes Bobone


“Viu o que é ir até à Costa da Caparica e ter de me deitar ao lado de alguém que não conheço de lado nenhum?”

A frase não é minha: é de Paula Bobone. A guru das boas maneiras, a sensei do como ser “socialite”, a guardiã da boa educação. Realmente deve ser chato até porque nem há mais praias em Portugal. E mesmo que haja, nenhuma deve ser tão boa como a da vila da Costa (recordo que a minha triste estreia na Psicasténica foi com um post sobre a Costa da Caparica que poderão ler nos arquivos de Janeiro de 2006). Adiante; como Bobone não pensou em todas as situações, serve o presente post para dar resposta a diversas necessidades do momento não contempladas por Bobone.

1-Acabei de ingerir 15 minis no Moelas e 7 whisky-cola na Vinyl, porque fui atrás da febra que me pediu lume. Ela volta para me pedir mais lume. Tenho S. Gregório à porta no momento em que volto a cruzar-me com ela. Ela mete conversa; não posso vomitar à sua frente, certo?

Bom…poder, pode e acho que seria um castigo merecido por frequentar a Vinyl, mas se não quer mesmo, o guia de boas maneiras da Psicasténica sugere-lhe que sustenha o refluxo do vómito com um constante ir e vir do esófago. Certamente a menina estranhará não poder falar, mas aí já o caro leitor terá previamente combinado com o seu amigo mais ou menos consciente, que o mesmo deverá fingir um ataque cardíaco. Você “ataca-o” numa evidentemente necessária respiração boca a boca e não só se livra da golfada, como ainda faz o papel de herói salvador!

2-Estou a meio de um ménage à trois na sala de estar. Esqueci-me completamente que o meu amigo vinha de fim-de-semana e trazia os pais. Surpreenderam-me naquele espectáculo. Que fazer?

Não basta “o que fazer”…é necessário “o que fazer de uma forma airosa e dentro das regras da boa educação”. Aqui apelamos ao empírico. É tão simples! Se em vez de duas prostitutas ucranianas, estivesse a comer um belo leitão da Bairrada? Ofereceria, certo? Só tem que fazer o mesmo. Comece por cumprimentar a senhora (aqui sugerimos que lhe estenda ainda apenas a mão) e, com a permissão do marido, ofereça-se para lhe mostrar os seus dotes. Entretanto, convide o senhor do casal para se montar…er…perdão…sentar. Quando se sentirem acomodados, ofereça o seu próprio óleo lubrificante e tente contar uma chalaça apropriada à situação. Fica sempre bem e por certo desanuviará o ambiente. Toda a gente se sentirá à vontade.

São duas situações apenas. Certamente muitas dúvidas terão noutros casos de semelhante aperto. Porém, se o aperto for extremo, não tenha receio de nos colocar a dúvida nos comentários ou dirija-se ao WC mais próximo. Sentir-se-á com força. A mesma força de um pontapé do Izmailov para o fundo da baliza do Helton!


SUB-LODO

domingo, julho 08, 2007

Bagaço das 7:00 com Sub-Lodo


Programa por programa, a bloga continua a dar cartas. Sub-Lodo convida-vos a uma experiência transcendente: o Bagaço das 7:00 onde com ar circunspecto e abnegado acompanho Senhor Anselmo numa série de 5 penalties como se não houvesse amanhã: bola para um lado, guarda-redes para o outro e aguardente velha no tubo digestivo. Haja fígado, senhores! Não obstante uma certa confusão mental e o estúdio andar à roda constantemente (o que se deve por certo ao jejum e à hora precoce do dia), arrancamos para um manifesto em directo depois de uma longa eructação de Senhor Anselmo. Pois bem, orgulho-me de apresentar o Manifesto Democrático Portugal Psicasténico (noutras palavras, um golpe de estado). Imbuídos de um espírito vintecincoabrilista, tomámos de assalto a Rádio Clube de Monsanto, 98.7 FM e propomos neste momento um país novo. Declaro a tomada do poder nacional pela Psicasténica. A estas horas, Bichinho e o seu exército de fans (se não se atrasaram a esticar o cabelo) terão irrompido pelo Palácio de S. Bento enquanto Katano controla o Palácio de Belém onde entrou facilmente com as irmãs e o gato, sob o pretexto de trocar umas revistas da Marvel com Cavaco Silva. Tigrão com a brilhante desculpa “e se fôssemos até Espanha comprar uns caramelos e conquistar aquela porcaria toda?” levou as Forças Armadas com ele. O último sms dizia que estavam num motel a caminho de Ciudad Rodrigo a comer tapas e a ver strip barato. Esta tomada de poder é séria e benéfica. Abre o caminho da luz a Portugal. Dá um verdadeiro rumo à pátria e aproveitamos a construção da nova Alma Mater lusitana para colocar gente idónea no pertinente lugar e para homenagear e reverenciar alguns amigos (Santana Lopes também o fez, por isso…). A Psicasténica propõe a abolição do cargo de Primeiro-Ministro numa lógica de igualdade de oportunidades. Assim serei o Segundo-Ministro de Portugal. Na pasta da defesa o lugar será de Alberto João Jardim por considerarmos que andar em guerra com o resto do mundo será animador e ressuscitará o espírito de conquista em cada português; a pasta das Finanças será entregue a uma task-force integrada por Armando Vara, Fátima Felgueiras e Vale e Azevedo. O nosso amigo Álvaro Soares terá a seu cargo o Ministério da Cultura e da Super Bock e uma equipa liderada por Lau, Lajas, Magalhães e Sarrafadas, o Ministério da Droga e da Toxicodependência. É fulcral para a estratégia do nosso país a criação dos Ministérios do Fashion e do Chic, da Playstation e da Disciplina Feminina que serão liderados, respectivamente por Bichinho, Katano e Tigrão. Alvitramos a abolição da figura do Presidente da República e instituiremos o Chefe de Portugal. Um país como o nosso necessita de um chefe! Será escolhido todos os anos de entre a população que cumpra os requisitos actuais da capacidade eleitoral passiva para PR mais 3 adicionais: ter bigode, bater na mulher e chamar-se José Silva. Estas são apenas as linhas gerais. Aceitamos ideias, fantasias e reflexões dos nossos visitantes, mesmo sabendo de antemão que nunca serão tão boas como as nossas…é que a Psicasténica é a maior, vermes inúteis que não apoiarão a nossa reestruturação democrática. Agora vou num instante com o Senhor Anselmo vender a Madeira aos marroquinos depois de povoarmos as Desertas com imigrantes ilegais e o Manuel Luís Goucha para arranjar dinheiro para comprar um “N” gigante em mármore, enviá-lo para a Faixa de Gaza, transformá-la na Faixa de GaNza e ganharmos assim o Nobel da Paz! Este foi o Bagaço das 7:00, com Sub-Lodo.


Sub-Lodo

terça-feira, junho 26, 2007

Considerações do Katano: Chá das seis com Katano


Para aqueles que só ligaram agora o computador, relembramos que esta semana, no «Chá das seis com Katano», os nossos convidados são: Fagundes, uma testemunha de jeová que não aborda as pessoas; Silva, locutor desportivo com sindrome de «tourette»; Sandrine, a mulher machista; e Benilde, a velhinha que está sempre na audiência do «fiel ou infiel». Para eles, uma enorme salva de palmas! (PALMAS)
...
Katano- Fagundes, fale-nos de si.
Fagundes- Tem a certeza? É que se lhe for igual eu preferia não falar... acho o silêncio uma coisa tão bonita. Não queria incomodar ninguém....
Katano- Mas essa timidez toda não lhe dificulta o serviço?
Fagundes- Ohhh... as pessoas têm mais que fazer do que me ouvir. Não queria aborrece-las durante horas e ser incapaz de perceber uma «indirecta» para ir embora.
Katano- Realmente é simpático da sua parte.... Passamos agora ao nosso próximo convidado, sr. Silva! Força, Silva, fale-nos de si.
Silva- Bem... Fo***se! Eu no fundo sou um gajo normal... Filho da P**a! Gosto de cachorrinhos e colecciono canecas de cerveja que compro nas feiras. Car***o!
Benilde- Sr, Katano? Sr. Katano? Olhe, eu não me queria meter mas sou casada há 47 anos e sei do que falo. Acho que ela devia deixa-lo....
Katano- Deixar quem, Dona Benilde? Isto é o «Chá das seis com Katano»....
Benilde- Ahhhhhh........................... nesse caso acho que devia ficar com ele..............depois de o deixar!!!!!!!!!!!!!
Sandrine- Deixa-lo??? Nunca!!
Katano- Sim.... pois... continuando.... Silva, o seu pequeno problema não lhe afecta o trabalho?
Silva- Claro que nããããããããão..... seu lam***or de co***es! Já toda a gente no estádio se habituou... excepto as crianças.... pequenos ca**es!
Katano- Fagundes, o que pensa disto?
Fagundes- NÃO VIREM A CÃMARA PARA MIM!!!! Oh, não agora as pessoa foram obrigadas a ver-me.... DESCULPA PORTUGAL!!!!
Katano- Passemos então para a dona Sandrine, ex-gestora de sucesso que abandonou tudo pelo seu marido, certo?
Sandrine- Correctissimo, sr. Katano! Aquilo não era vida para uma mulher decente. Lavar roupa, trazer cervejas e passar a ferro... isso sim dá alegria!
Katano- E o seu marido valoriza-a por isso?
Sandrine- O jorge?! Claro que sim! Há dias em que passa as noites fora nas boates com outras mulheres, mas continua a dizer que sou a melhor «queca» da vida dele... isso é amor! Por isso, ontem, enquanto lhe servia de apoio para os pés, pedi-lhe para vir. Quis vir mais para ver o meu mentor, Tigrão! Ele sabe o que é melhor para mim.
(Por motivos de grande extensão do post terá de ficar para depois a segunda parte do mesmo)

sexta-feira, junho 15, 2007

Considerações do Katano: a garota que espirrou e não disse «santinho»


Você pensava que a avozinha lhe estava a espetar uma peta.... Sempre pensou que os seus pais só o queriam chatear ao obriga-lo a dizer aquilo....... mas você estava enganado!!! Eles sabem a VERDADE! Eles testemunharam o poder devastador de......................................NÃO DIZER SANTINHO (ou equivalente) APÓS UM ESPIRRO!!! Há muitas versões sobre o que acontece... os velhinhos dizem que o diabo entra-nos no corpo. Outros dizem que a alma tenta escapar e só regressa se ouvir «santinho».... seja como for, é um risco que ninguém quer correr! Vejo pelo ar confuso na sua cara que não leva a sério este caso. Faz mal..... Seguramente não faria isso se soubesse a história verídica que o senhor Anselmo me contou após uma noite de copos numa casa de alterne de qualidade duvidosa. Ao que parece, havia uma garota que gostava de desafiar a autoridade. Dizia que não queria sopa ao jantar e á noite, ao ver televisão com os pais, dizia abertamente «podiamos mudar de canal?».... como se vê, era uma rebelde e inconsequente sem qualquer respeito ou valores morais. Um dia, depois de rebolar na palha com o seu melhor amigo, 20 anos mais velho que ela, a garota sentiu uma vontade de espirrar.... e espirrou!! Mas, e esta é a parte importante, não disse «santinho»!!! Ignorando o perigo que corria, a garota continuou a sua vida.... Grande erro!! O diabo apercebeu-se de que tinha havido alguém suficientemente idiota para não dizer «santinho» e a alma dela também aproveitou a deixa para dar de frosques. Estava condenada... Com o diabo no corpo, esta inocente garota começou a cometer toda a espécie de loucuras, como passar a roupa a ferro ou lavar a loiça. Os seus pais sabiam que algo estava errado e sofriam em silêncio... a sua garotinha... a sua menina especial... a comportar-se como um devassa dona de casa que cumpre todas as ordens... Decidiram então entrar em contacto com um exorcista! Chamam o padre Bolota que, por sorte, tinha acabado de assistir a um workshop de como lidar com vitimas de possessões por espirros..... só havia uma maneira: o diabo entrou com um espirro, tinha de sair com um arroto... o padre sabia que era arriscado mas estava em causa a dignidade de uma jovem garota. Deram-lhe então coca-cola misturada com frizze limão e água das pedras. A jovem contorcia-se loucamente, seguramente por acção do diabo dentro dela (ou então era porque o padre Bolota a estava a chicotear para favorecer os arrotos). E, finalmente, a jovem arrota...........Sucesso!!! O diabo foge a sete pés (mais pelo hálito do que pelo som) e a alma regressa ao ouvir essa bela melodia. A jovem volta ao seu estado normal e nunca mais se esqueceu dessas palavrinhas mágicas..... faça o mesmo!

sábado, junho 09, 2007

Back in the USSR


Beret, Sierra Nevada, Chamonix, Courchevel…SIBÉRIA! Estâncias de Inverno prestigiadas, hotéis de cinco estrelas, gulags comunistas, enfim, o sonho de qualquer turista da neve. Se as primeiras são por demais conhecidas, a Psicasténica decidiu dar largas ao espírito Peolpe & Arts que nos invade de quando em vez e mostrar o requinte do fascinante mundo dos gulags. O turismo nestas estâncias conheceu o seu apogeu nas décadas de 30 e 40 do século passado, graças ao espírito empreendedor e visão estratégica e pioneira de Josif Vissarionovich Stalin, esse reconhecido empresário da hotelaria. Ditador, dizem as más línguas…mas que outro génio se lembrou de povoar uma região inóspita e conciliar o lazer e a integração dos indivíduos nos parâmetros da sociedade? Que saudades do comunismo! Tanta gente a aprender a viver em comunidade, a não desrespeitar o bem comum, a respirar liberdade e, melhor que tudo, a desfrutar do ar puro a uma temperatura média de -55º! Que pena o progresso nessa altura não ter dado aos que viviam desta empresa as legis artis bastantes para evitar 20 milhões de mortes acidentais… Diz-nos Bernardino Soares (apologista da ideia de que o regime da Coreia do Norte é uma verdadeira democracia), entrevistado pelo Sr. Anselmo, que “não fosse a péssima decisão do Ministério do Interior Soviético na década de 60, ainda hoje podíamos apreciar a beleza das estepes, praticar os mais belos desportos de Inverno, nem que para tal fosse necessário enterrar umas dezenas de opositores ao regime para fazer uma rampa, ao mesmo tempo que assistiríamos ao inculcar de verdadeiros princípios nas populações”. Só perante estas fantásticas condições, acrescentamos nós, poderiam florescer aureolados escritores como, Alexander Solzhenitsyn, Yevgenia Ginzburg, Varlam Shalamov ou Alexander Dolgun. Diversão, valores, inspiração e paz de espírito. Que mais podemos pedir? Não fique em casa…não deixe que o capitalismo o condene à cegueira mental. Desperte o comunista que há em si, cultive o anti-imperialismo no seu filhote e faça um favor às gerações vindouras: deixá-las sonhar com umas férias de sonho na Sibéria, desde o mais radical snowboard nas valas comuns a um relaxante chá quente numa torre de vigia.


SUB-LODO

quinta-feira, junho 07, 2007

1 079 252 848,8 Km/h


Frustrando as expectativas de todos os que leram o título deste escrito, não venho aqui ensinar o como dobrar a sebenta de introdução ao direito do Pinto Bronze para viajar no espaço, até porque todos sabemos que isso é possivel, não é?

Não..., venho mesmo desvendar a verdade sobre a velocidade da luz e a sua extrema importância na boa formação dos futuros bons chefes de família deste país.

Bem, e a verdade é simples, há os que já viram a luz e sabem qual é a velocidade da luz. E há os outros que não viram e/ou não sabem qual é a velocidade da luz. Se és destes últimos e isto não está a fazer nenhum sentido para ti, não te preocupes, aqui fica a explicação:

Bichinho, numa sala iluminada.

sábado, maio 26, 2007

Considerações do Katano: Salazar deixou saudades


Tem mais de 70 anos e residiu em Portugal desde o seu nascimento? Sente falta do voto obrigatório naquela única lista? Ainda recorda com saudade ser denúnciado pelo seu melhor amigo? Conheceu a sua mulher enquanto esteve internado num hospital, em virtude de um espancamento, por proferir frases amotinadoras como «Eu não gosto muito disto assim...»? Nunca mais conseguiu aquele bronzeado que possuia enquanto esteve exilado em algum país do terceiro mundo? Então este post é para si! As Considerações do Katano têm a modesta pretensão de demonstrar que ainda há quem muito aprecie as coisas como eram antigamente. Sopas de vinho? Sabe o que são? Também são conhecidas no interior por sopas de burro cansado. Basicamente pegue numa tigela, encha de vinho, coloque pão esfarelado e algum açucar (adicionar a gosto). E pronto! Uma refeição nutritiva dada ás crianças desde tempos imemoriais (vai para 50, 60 anos atrás...). Bons velhos tempos em que os jovens não tinha de beber ás escondidas dos pais.......... os pais é que lhes davam o vinho!!!!! Assim todos iam contentes para a escola (os que se seguravam de pé). Antes, a polícia secreta (que toda a gente conhecia) P.I.D.E. usava métodos de tortura na onda da privação de sono, gotas de água a pingar na testa e a boa e velha malha quando havia falta de cooperação e/ou conhecimento de facto. Mas agora pode usufruir de todas estas actividades num hospital público!! Não consegue dormir com o colega de quarto que chora baba e ranho. Caem-lhe pingas das infiltrações de água na parede mal isolada. E arrisca-se a levar nos dentes cada vez que reclama ao enfermeiro-chefe! A única diferença é que agora paga por isso.... mas a nostalgia não tem preço, colega salazarista!!!!! E o que dizer do Serviço Nacional de Saúde de alguns anos atrás? Genial! Metade das receitas médicas recomendavam uma mezinha qualquer ou comer um determinado legume. Aliás, quais médicos?! Era a velhinha da aldeia que passava receitas porque tinha um tio que ouviu dizer que a prima dele na França tinha uma cena parecida com aquela mas era em roxo. Económico, saudável e completamente «new age». Neste tempo as empresas farmacêuticas ganhavam tão pouco que não podiam pagar mais do que bilhetes de cinema aos médicos. Eram tempos duros..... E o que dizer dos conhecimentos politícos da altura? Bons velhos tempos em que se culpavam os comunistas se a colheita fosse má ou porque a Ti Alzira apanhou uma constipação porque molhou as saias. Chovia no seu casamento? Sacanas dos comunistas..... A carne queimou no forno? Claramente uma cabala comunista! O Eusébio acertou no poste? Obviamente foi um comunista que fez makumba nesse sentido. As gentes desta altura aperceberam-se de uma grande verdade: a vida é muito mais fácil quando se culpa alguém pelos azares! Quer rir-se? Vá a um lar e grite «COMUNISTA!». Terá o mesmo efeito que o Zézé Camarinha nas festas: mulheres a gritar e homens a pegar em armas. Bons velhos tempos......

terça-feira, maio 22, 2007

Um logotipo infeliz

www.dstsgps.com

Agora chamam-lhe "engenharia civil"...quando requisitarem os serviços destes senhores, usem o preservativo!
SUB-LODO

segunda-feira, maio 14, 2007

Protesto


Vimos por este meio protestar (Tigrão foi mais longe e aceitou imolar-se numa bonita acção levada a cabo nas ruas da Praia da Luz) contra a clara omissão da PJ quando a Psicasténica foi raptada nos idos de Fevereiro do presente ano. Nem me lembro de ter visto David Beckham, John Terry, Cristiano Ronaldo, Paulo Ferreira e sei lá mais quem a pedir o regresso da bloga...
SUB-LODO

terça-feira, maio 01, 2007

Psica-men


Homem-aranha, Hulk, X-men, fantastic four..... ultimamente tudo quanto é herói anda aí nas bocas do povo. Eles voam, disparam cenas e usam roupas de licra apertada. Mas será isto heroismo? Bem, a parte da licra sim.... mas fantástico mesmo são os novissimos super-heróis que andam por aí. Eles eram pessoas normais (vá, não eram assim tão idiotas quanto isso) até ao dia em que tudo mudou e eles se tornaram os....... Psica-men!!
Bichinho era feliz como costureira debaixo de um vão de escada, mas o destino quis que ela acidentalmente se espetasse com 47 agulhas radioactivas que tinham sido previamente lambidas por uma aranha mutante extraterrestre e tornou-se assim a poderosa B-Xinho. Quando os seus poderes se manifestaram, B-Xinho percebeu que só havia uma saída: aprender a antiga arte marcial financeira do Professor Sal Alzar para poder derrotar o mal com estilo. O seu ataque «Formulário 35-c no balcão central» não deixa sobreviventes....
Tigrão era caixa de uma gasolineira assaltada todas as terças-feiras, até ao dia em que acendeu um cigarro junto ás bombas. Agora, sempre que as coisas lhe cheiram a esturro ele torna-se no T-Gron, a acendalha ambulante! Infelizmente, devido ao seu poder, T-Gron foi despedido da gasolineira e agora vinga-se pegando fogo a tudo o que mexa. Mau, bom, bifes, peixe, posters da Luciana Abreu.... nada escapa á sua fúria ardente!
Katano levava uma existência pacifica como varredor de ruas. Mas foi mordido por uma bicha-cadela enquanto tentava tirar lixo de uma sandes meia comida que alguém deitou fora, tornando-se assim no K-Tano. Os seus superpoderes incluem ataques tão variados como dizer «katano» até á exaustão ou dar uma cambalhota marcial para distrair o adversário. Tem também o mortal ataque dos DVDs alugados.
Sub-Lodo, era um mero trabalhador das obras até ao dia em que caiu numa misturadora de cimento! Agora, transforma-se no seu alter-ego, o SUPER-SUB-LODO, e usa os seus incriveis poderes de suar bastante durante jogos de futebol para derrotar o mal onde quer que ele tenha o nariz. Nada resiste a três semanas de futebol sem banhos pelo meio!! Os que sobrevivem ao seu devastador ataque sovacal (hormonas alteradas pelas sandes de presunto que combinadas com a actividade física dão esse cheiro mortífero que alterna entre o "Be Delicious" da DKNY e o sovaco puro) têm inveja dos que morrem...
Durante o dia eles têm empregos normais: advogados corruptos, funcionários das Finanças pouco escrupulosos, formadores que tentam engatar as suas alunas ou mesmo empregados facilmente subornáveis que licenciam obras na sua câmara municipal. Ninguém sabe onde estes misteriosos paladinos da liberdade podem estar com as suas identidades secretas... Mas quando as forças do mal sobem ao palco, eles entram em acção mais rápido que uma mulher numa loja de roupa em saldos! Acompanhe as aventuras destes heróis brevemente.....

sábado, abril 28, 2007

25 de Abril

Não fora o 25 de abril e poderia agora ser professora primária, em gozo do fim de semana, violada pelo marido...

Aqui estou, espécie de funcionária pública, sem poder gozar o fim de semana, sem marido e sem ser violada...
Bichinho-à-beira-de-um-lodo

domingo, abril 15, 2007

Considerações do Katano: Mitos sobre a sexualidade



A Psicasténica está ao lado dos milhares de jovens que reclamam educação sexual nas escolas! É uma vergonha ter de aprender como se processa o amor atravês da Playboy ou revistas como a saudosa Gina. Naturalmente, tendo como único ponto de referência a pornografia, os jovens sedentos de conhecimento obtêm uma ideia errada sobre como se desenrola esse processo delicado. Jovens, não temam!! A Psicastênica vai colmatar essa falha educacional e dizer-vos tudo o que precisam de saber.

Mito número um
: Orgasmos múltiplos nas mulheres! Simplesmente não existem.... são uma invenção feminista do princípio do século XIX para tentar fazer os homens sentirem-se menores em alguma coisa. «Só um orgasmo?! Haha... Eu tive 4 de uma vez!»... Não acredite, jovem aprendiz! Ela teve um e olhe lá.....

Mito número dois
: Beijos! São bons, não são? E sabe a melhor?! Não engravidam!! É verdade. Quem diria?! Por isso agora já não tem desculpa para ficar preocupado se beijou a prima ou se o cão a lambeu na cara. É perfeitamente inofensivo... a não ser pela mononucleose infecciosa!!

Mito número três
: Sexo a mais faz mal! Este mito teve origem no seio de uma comunidade de enucos americanos residentes na Pensilvânia, que invejavam o frenesim sexual dos seus vizinhos Hamish. É obviamente uma mentira pegada. Pense um pouco: o sexo é, logo a seguir ao sky de fundo e natação, a actividade desportiva mais completa. Alguém diz que desporto faz mal??? Só um enuco americano....

Mito número quatro
: Uma mulher desconhecida que se cruze consigo num corredor não vai fazer sexo consigo nesse momento! Eu sei... é um choque... mas na vida real temos algo que não existe nos filmes porno: argumento! Nenhuma mulher vai pedir para a possuir do nada!! Você vai ter de empreender um delicado processo de sedução para isso acontecer. Sei que é dificil mas você vai ter mesmo de falar com ela!!! (atenção, esta situação não se aplica ao mestre Zézé Camarinha ou Hugh Hefner)

Mito número cinco
: todas as mulheres usam saltos altos quando fazem amor! Provavelmente o tabu mais dificil de cair dado que não existem filmes porno em que a actriz esteja descalça. Cientistas dizem que talvez tenha um efeito contraceptivo. Eu digo que é peta... Sou da opinião de que os locais de filmagens porno são locais imundos e então as pobres actrizes têm de usar algum calçado para não apanharem «pé de atleta».

domingo, abril 08, 2007

4 em 1


Joseph Ratzinger (a.k.a. Benedictus XVI), o Engenheiro (sim…é mesmo engenheiro licenciado em engenharia electrotécnica pelo IST em 1971 com 19 valores, mas nunca fiando…) António Guterres, Brad “Jolie” Pitt e o mítico Morgan Hakansson (guitarrista dos suecos Marduk) são uma e a mesma pessoa. Nunca acharam estranha a devoção de “Pitt” a Angelina Jolie? E porque é que “Guterres” é Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados e essa senhora Jolie embaixadora das Nações Unidas junto dos menos favorecidos? E os posters da Jolie que “Ratzinger” e “Hakansson” possuem nas portas do guarda-vestidos? É “por acaso” que “Ratzinger” ouve Marduk? E a constante pose e passar de mãos pelos cabelos hollywoodesco de “Guterres”? Coincidências? Provavelmente… Mas eis que o gesto de “Hakansson” e de “Ratzinger” na foto que escolhemos não engana…assim como o sorriso de “Pitt” e “Guterres”… Para os incrédulos vou agora tirar as dúvidas que restam. Eis um trecho da letra da música “Slay the Nazarene” escrita por “Hakansson”:

You should be the king on earth
Bastard son of virgin birth
Slay the Nazarene
In Christian eyes supreme
You will die


Agora a parte final do discurso que “Ratzinger” proferiu após a eleição papal e antes da tradicional Urbi et Orbi:

In the joy of the Risen Lord, confident of his unfailing help, let us move forward. The Lord will help us, and Mary, His Most Holy Mother, will be on our side. Thank you

É notória a inspiração de Jesus Cristo e a influência da Virgem Maria em ambas as proposições… Ora se juntarmos a este circunstancialismo a devoção de “Guterres” e as vezes que “Pitt”, em noites íntimas com Jolie, convoca uma temática que aborda conceitos como “missionário”, “pouco católica”, “ajoelha e reza”, “oh God, oh God”, está quase tudo dito. E quase porque resta um facto de importância extrema: já alguma vez viram estas quatro personalidades juntas NO MESMO LOCAL À MESMA HORA?Esta personagem é, na realidade, Faustino Andrade, português de gema nascido em 1947 em Pinhel. Após emigrar para Besançon no início dos anos 70 e ouvir falar no mito segundo o qual Paul McCartney estaria morto e um sósia tomou conta do cargo durante este tempo todo, quis dar largas às suas fantasias e imaginação e ser ele próprio um mega-sósia, já que os espectáculos de ilusionismo de gosto duvidoso por essas aldeias fora sob o nome de Onitsuaf não davam para cobrir as despesas.


SUB-LODO

terça-feira, abril 03, 2007

Considerações do Katano: Poesia sensivel


(ouvir ao som de uma sanfona)

A Maria era uma miuda catita
na aldeia de São Acácio da Arrebita.
Quando o João a viu
logo a possuiu...

9 meses depois,
junto aos prados e com os bois,
nasce o Manel Frederico
com cara de penico.

Cresceu rápido o Manel
Viciado em jerupiga e mel.
Mas apesar de roliço,
na agricultura não fazia um piço.

O Manel gostava de vinho
e de um bom bagacinho.
Mas o que ele gostava mais
era de pinar nos olivais.

manel, «vai-a-todas»,
era assim a sua alcunha
claro que elas não o queriam
e até o arranhavam com a unha!

nem pagando elas o queriam,
fugiam assim que o viam.
Só lhe restou uma solução:
Sexo com a mão!

Até que um dia encontra a Andreia
que na saia tinha areia.
Logo se ofereceu para sacudir
mas no fundo ele só se queria vir.

E logo ali começou
algo que pouco tempo durou.
Um amor, uma paixão:
Manel como chulo e andreia na prostitução.

A PJ descobriu o negócio ilegal
quando viu a andreia no matagal.
Eles bem acharam suspeito
o decote do seu peito.

Assim acabam estas rimas
sobre o homem que comia as primas
Não era mais que um pobre labrego,
bêbedo demais para ter um emprego.

quarta-feira, março 21, 2007

Sacramentum Caritatis: Finalmente a Exortação Apostólica Pós-Sinodal sobre a Eucaristia!


Sei que muitos de vós aguardavam com ansiedade a publicação desta importante mensagem do Santo Padre e julgo falar por todos quando digo que é especialmente bem vinda nesta época quaresmal.

Já há alguns meses que era assolado por duas ou três temáticas altamente pertinentes e que tardavam em obter resposta. A saber:

- para quando e qual o conteúdo da Exortação Apostólica sobre a Eucaristia;

- qual a verdadeira importância do escroto na antiga Mesopotâmia e a evolução da sua relevância até à Idade Média;

- porque é que nem todos os cagalhões bóiam.

Felizmente o Papa Bento veio pôr fim ao primeiro dos problemas e não me admiraria se partissem dele as respostas para os dois restantes.

Relativamente à segunda questão, e porque sei que vos é cara, deixo apenas uma pequena nota: o CDS/PP reuniu esta semana a Comissão Nacional para determinar a importância do escroto mas pelo que me foi dado a entender houve divergências profundas. Do que consegui apurar a divergência deu-se devido à existência de adeptos das duas escolas históricas na matéria e, como já vem sendo tradição nos círculos académicos, houve quem defendesse que de 5000 a.C. a 2000 a.C. os Sumérios davam mais relevância ao escroto do que os Acadianos, numa nítida alusão ao estilo de vida nómada destes últimos. Este facto, aliado a uma norma estatutária nitidamente prejudicial aos Acadianos, despoletou uma discussão de 12 horas de pendor mais viril que impossibilitou a continuidade dos trabalhos e a introdução do aliciante tópico “2000 a.C. – 1750 a.C. o Escroto Amorita no início do segundo milénio a.C.”. Perdem todos os admiradores da temática mas cresce também a expectativa para o Congresso onde este tema foi já confirmado como 2º ponto da Ordem de Trabalhos! A não perder…

Voltando ao tema principal deste post, e que tanta alegria nos traz: a Exortação Apostólica Pós-Sinodal sobre a Eucaristia, Sacramentum Caritatis!!!

Na sua intervenção explicativa, o Papa salientou que neste documento quis, entre outras coisas, pôr em realce a ligação com a Encíclica "Deus caritas est": por isso escolheu como titulo "Sacramentum caritatis", retomando uma definição da Eucaristia de S. Tomás de Aquino, “Sacramento da caridade”. Uma escolha que nos parece perfeitamente adequada dado que a sua síntese do cristianismo com a visão aristotélica do mundo foi, desde sempre, uma das referências filosóficas da Psicasténica (bem como as suas 5 vias de demonstração da existência de Deus).

O Papa prosseguiu dizendo que "na Eucaristia Cristo quis dar-nos o seu amor, que o levou a oferecer na cruz a vida por nós. Na última Ceia, lavando os pés aos discípulos, Jesus deixou-nos o mandamento do amor: “assim como Eu vos amei, vós também vos deveis amar uns aos outros”. Mas visto que isto é possível somente permanecendo unidos a Ele como as varas à videira, escolheu ficar Ele próprio no meio de nós na Eucaristia para que nós pudéssemos ficar nele", referiu. Continuamos a tentar perceber o verdadeiro alcance desta declaração a qual nos parece indissociável da imagem enviada pelo gabinete papal no Vaticano e que mostra o Papa entre as videiras…

No quarto Domingo de Quaresma, chamado em latim Domingo "Laetare", por causa da alegria pela proximidade da Páscoa, Bento XVI disse que a Eucaristia é "a fonte da alegria cristã". "Hoje a liturgia convida a alegrarmo-nos porque se aproxima a Páscoa, o dia da vitória de Cristo sobre o pecado e sobre a morte", disse. Acrescentou ainda, a propósito de Quaresma, que não espera uma exibição conseguida do ciganito no Inferno Luz onde a pressão do público deverá revelar-se excessiva para um jogador que, nas palavras de um mártir do Sec.III (martirizado pela famosa “sopa de mártir”), “ferve em pouca água”.

O Papa falou ainda de São José, cuja solenidade litúrgica foi celebrada dia 19. A Psicasténica associa-se a Sua Santidade deixando também uma palavra de incentivo à brilhante actriz portuguesa cujas novas próteses mamárias (em exibição numa novela da RTP1) nos têm merecido a melhor atenção. É sempre agradável ver uns seios firmes, fartos e de intumescimento fácil, e é bom saber que o Vaticano está atento aos jovens valores da produção nacional.

P.S.: Gosto do Papa. Não me interpretem mal. Gosto do Papa como gosto de ver Stephen Hawking a babar-se ou um cão a lamber a própria genitália. É um gostar muito próprio. Justifico o porquê do meu afecto com três pontos muito simples:

- Pertenceu à Juventude Hitleriana onde pode seguir os ensinamentos anti-semitas de Santo Agostinho;

- É parecido com o Imperador do Star Wars (e com capacete adequado também pode parecer o Darth Vader ou qualquer um dos membros da Tropa Imperial);

- É um homem coerente e travesti reputado. A sua primeira declaração pública foi: "Queridos irmãos e irmãs: Depois do grande Papa João Paulo II, os senhores cardeais elegeram a mim, um simples humilde trabalhador na vinha do Senhor.” O documento fotográfico confirma (acreditando que aquela vinha é do Senhor…).


Cardeal Tigrão